Quem Somos | O Que Fazemos | Galeria de Fotos | Onde Estamos | Contactos


Pensamos que Vila Nova de Gaia e o país deveriam reconhecer convenientemente a personalidade, o trabalho de homens como Fernando Lage. Em tempos de vicissitudes e de incertezas face ao futuro, de descrenças no virtuoso no virtuoso da criação humana, importa dar valor a ressalvar a sensibilidade deste homem, o seu exemplo de acreditar e respeitar, como muito poucos, na intemporal criação dos escultores portugueses, muitas vezes tão injustamente esquecidos pelas nossas instituições políticas e concidadãos. É triste sentir esse vil desinteresse pela arte que nos desperta, nos engrandece, nos ilumina, nos ressuscita para a esperança e para o belo das nossas próprias emoções…

Fernando Lage, com o seu trabalho de fundição no bronze, tem contribuído, seguramente, para o engrandecimento da Escultura em Portugal. Referindo-se à importância do bronze, Hegel, no seu tratado de Estética, refere expressamente que a sua “grande variedade de tons e extraordinária maleabilidade, permite uma toda sorte de representações, permitindo à escultura estender indefinidamente o seu domínio, dedicar-se às produções mais variadas, das maiores e mais majestosas, às mais pequenas, mais graciosas familiares”.

A Fundição de Bronzes D’Arte Lage, tem cumprido esse desígnio de engrandecer o trabalho dos escultores portugueses, que são o orgulho e brio na construção do lugar identitário da cultura nacional num mundo cada vez mais disperso e globalizado.

A Fernando Lage o nosso reconhecimento e admiração!
Bem-haja pelo seu labor!

Delfim Sousa
(Director da Casa - Museu Teixeira Lopes


Celso Rodrigues | Copyright 2006 Todos os Direitos Reservados